terça-feira, dezembro 18, 2007

toximodernidade de todos nós...

Biólogo americano cria medidor de nanotóxicos

Por Rodrigo Martin de Macedo

Frank Chen, biólogo do Lawrence Berkeley National Labs, na Califórnia, Estados Unidos, deu um passo além na pesquisa de nanomateriais e criou uma máquina capaz de medir quão tóxicos determinados nanomateriais são ao organismo humano.

Segundo o site NewScientist, o uso cada vez maior de nanomateriais em todos os campos, inclusive na área médica, mostra a importância de compreender melhor suas toxicidades.

O fato é que diversos nanomateriais, como nanotubos de carbono, são tóxicos às células humanas se houver alta concentração. Entretanto, os pesquisadores ainda não compreendem realmente os mecanismos moleculares e celulares por trás destes efeitos.

Chen acredita que os efeitos quânticos possuem papel importante na interação entre os nanomateriais e o maquinário molecular das células, e seu invento é uma maneira de testar estes efeitos.

Patenteada recentemente, a máquina mede a reação biológica, como inflamações e morte celular, quando as células são expostas a nanomateriais. O pesquisador afirmou que sua invenção funciona bem e provê resultados confiáveis, o que pode trazer uma solução na tentativa de descobrir como estes materiais trazem riscos à saúde.

A patente em inglês pode ser lida, na íntegra, no endereço tinyurl.com/yu6n6b.

Magnet

China Tox

Egosurfing

Por Rodrigo Martin de Macedo

Uma nova pesquisa da Pew Internet and American Life Project revelou que 47% dos adultos americanos usuários de internet utilizaram mecanismos de busca para procurar pelo próprio nome.

Segundo o site TechCrunch, o número de internautas que buscou por informações a respeito de si próprios cresceu de 22%, em 2002, para 47%.

A pesquisa também revelou que 53% dos internautas admitiram ter procurado informações de conhecidos, como colegas de trabalhos, amigos, familiares e vizinhos, e 60% afirmou não ter qualquer preocupação a respeito de suas informações disponíveis online.

Em entrevista à AP, Mary Madden, pesquisadora sênior do Pew, explicou que estava surpresa que parte dos internautas nunca teve curiosidade de procurar uma única vez por seu nome online.

Alguns usuários afirmam procurar por seus nomes freqüentemente, enquanto três quartos dos entrevistados que confirmaram a "busca vaidosa" alegaram ter feito apenas uma ou duas vezes. Apenas 4% dos internautas disseram ter encontrado informações imprecisas ou vexatórias ao buscar pelo próprio nome.

O estudo também descobriu que enquanto a prática é mais freqüente entre usuários abaixo dos 50 anos, que precisam manter uma boa imagem profissional, os adolescentes são mais zelosos por sua privacidade, e por isto têm como hábito restringir o acesso aos seus perfis em redes sociais.

A pesquisa foi conduzida por telefone entre os dias 30 de novembro e 30 de dezembro de 2006 e tem uma margem de erro de mais ou menos 3 pontos percentuais.

O fenômeno da auto-busca online não é recente e já foi usualmente chamado de "egosurfing".

domingo, dezembro 16, 2007

Concorrente da Wikipedia a vista!





Gente notícia velha, mas o Google vai fazer de novo, lançar o concorrente da wikipedia, e agora José...
Ele se chama knol nop é caldo Knorrr (artigo) o autor pode incluir anuncios e receber parte da receita publicitária, hummmm saboroso!


Os usuarios avaliam o knol, os melhores terão mais acessos, consequentemente mais grana. O autor cada vez mais dono do seu trabalho fechado e menos propenso a trabalhar de modo coletivo e gratuito.
Google parte para uma estratégia de concentrar busca, conteúdo e publicidade.
Salve o rei do mundo.
Como diz de Caprio em Picnic!
I´m the King of World!!!!

tummmm!


Em destaque o que chama a atenção no texto foi o seguinte trecho:

O Google não vai servir como editor em nenhum dos casos, e não vai certificar nenhum conteúdo. Toda responsabilidade e controle editorial será dos autores. Nós esperamos que os ‘knols’ (se referindo aos usuários da ferramenta) incluam suas opniões e pontos de vista sobre os autores, que irão colocar sua reputação na reta”

HAHAHAHAHA!! vou rir até a amanhã...

bibliotecario e pessoas do mundo vamos produzir o conhecimento que vai salvar a humanidade,precisamos soluções urgentes para aquecimento global, corrupção, sustentabilidade e outros temas emergentes ...

Como sabe o google fez muito pela inclusão informacional , que o diga a Wikipedia e nosso trabalhos na faculdade....

Ou seja, uma WikiPedia que os usuários irão avaliar os conteúdos, podendo comentar, e mostrar opniões sobre determinado assunto.

Outra parte importante:

“De acordo com o critério do autor, um knol poderá exibir anúncios. Se um autor optar por incluir anúncios, o Google fornecerá ao autor parte destas receitas substanciais provenientes dos anúncios.”

Para quem produz bons conteúdos, o Google Knol vai se tornar uma wikipedia que voce será pago para escrever bons artigos, e isso com certeza vai atrair muita gente, creio que está foi a tacada de mestre da empresa.

Para se ter uma idéia, o blog forneceu uma prévia de um artigo escrito no Knol:

Screeshot do coisa bonitinha do pai KNOL how now uow!

domingo, dezembro 09, 2007

tct


bom dia ! http://lh6.google.com/Zingli/R1OyDC72KxI/AAAAAAAAAgw/-t6ypSzGPzw/s400/Doid%C3%A3o.gif http://lh5.google.com/Zingli/R1Oyuy72KyI/AAAAAAAAAg8/BfMkc14LONA/s400/01a-Salamba-Sarvangasana-Vinyasa-in.jpg se o bicho pegar não se finja de morto http://lh4.google.com/Zingli/R1Oy9i72KzI/AAAAAAAAAhI/c1g2s6u04F0/s400/04-Urdhva-Padmasana.jpg gentileza urbana Chefe quer sentar pois não ... http://lh4.google.com/Zingli/R1OzLi72K0I/AAAAAAAAAhU/0GcDaWKcI68/s400/05-Pindasana.jpg competência informacional rsrsr estagiarios do Renato devem ter são coisas que seu credicard não pode comprar rsrsrs http://lh6.google.com/Zingli/R1OziC72K1I/AAAAAAAAAhg/BhELDPxKHmY/s400/08b-Sirsasana-B.jpg equilibrio a alma é leve desde que se putifique o perdão se purifique rsrsrs http://lh6.google.com/Zingli/R1OziC72K1I/AAAAAAAAAhg/BhELDPxKHmY/s400/08b-Sirsasana-B.jpg equilibrio a alma é leve desde que se putifique oh perdão se purifique rsrsrs http://lh3.google.com/Zingli/R1Oz3S72K2I/AAAAAAAAAhs/pS5qGCoFycs/s400/11-Utpluthee.jpg o verdaderio texte do fubá rsrsrs http://lh3.google.com/Zingli/R1O0GS72K3I/AAAAAAAAAh4/JlR-ILx0rfE/s400/10.gif Rena brincadeira cara... aqui a vida passa e as vezes não dizemos as pessoas o quanto elas são interessantes e cheias de vida expressar o afeto de modo natural o amor que é essa vibração que nos liga Namastê vida longa! Heberle

quinta-feira, dezembro 06, 2007

Sacolas de supermercado biodegradáveis têm avanço, mas precisam melhorar


Filmes plásticos biodegradáveis não agridem o meio ambiente, mas dificilmente conseguem competir com as propriedades dos polímeros sintéticos. Um estudo realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou que a adição de surfactantes pode ser uma alternativa para superar a dificuldade e produzir um biofilme que possa substituir ao menos parcialmente a produção atual de embalagens.


Biofilmes

De acordo com o coordenador da pesquisa, Carlos Grosso, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, proteínas, polissacarídeos, lipídios e a mistura deles têm sido utilizados para a produção de biofilmes com boas propriedades mecânicas.

"Mas os filmes produzidos a partir desses materiais ainda apresentam muitas limitações, como alta absorção de água, e se mostram heterogêneos quando misturados a vários constituintes utilizados na formulação", disse Grosso.

Embalagens plásticas

Segundo ele, as embalagens plásticas tradicionais apresentam excelentes propriedades funcionais, uma vez que impedem a entrada de vapor de água, de ar e, portanto, de oxigênio, que provoca oxidação de alguns compostos presentes em alimentos como os lipídios, além de servirem como barreira à entrada de luz.

"Em contrapartida, o ciclo para serem quebrados e reincorporados ao sistema natural biológico na terra é muito longo e, por isso, eles poluem o meio ambiente", explicou. O objetivo do trabalho, publicado na revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, foi obter alternativas que unissem a eficiência do plástico à qualidade ambiental do biofilme.

O desafio é produzir filmes com menos permeabilidade ao vapor d?água, o que evitaria a ocorrência das reações de deterioração nos alimentos. "Uma alternativa usada para diminuir a permeabilidade foi a incorporação, na matriz protéica (gelatina), de substâncias hidrofóbicas, ou seja, que não se dissolvem na água, como o ácido esteárico e o ácido capróico."

Surfactantes

O problema, segundo Grosso, é que a incorporação não ocorre de forma homogênea. Para melhorar a incorporação dessas substâncias, foram adicionados dois tipos de surfactantes (SDS e tween 80), elementos capazes de interagir com a proteína e com o ácido graxo, tornando a matriz do filme menos heterogênea.

"Proteínas em geral são solúveis em água enquanto os lipídios são, na sua maioria, insolúveis. É difícil misturá-los de forma homogênea, o que é necessário na fabricação dos filmes. A adição do surfactante SDS reduziu a permeabilidade ao vapor de água, contendo ácido esteárico, ou ácido capróico", disse.

O ajuste de pH nos filmes sem adição de surfactantes também produziu matrizes mais homogêneas. "Filmes lipídicos são excelentes barreiras à água, mas são pobres mecanicamente, ou seja, muito frágeis e quebradiços. Por outro lado, filmes protéicos são resistentes mecanicamente, mas são bastante higroscópicos, ou seja, absorvem água. A intenção na mistura é aproveitar ao máximo as vantagens individuais dos constituintes", explicou o pesquisador.

Complementaridade

De acordo com o estudo, esses materiais não conseguem substituir funcionalmente os sintéticos, mas podem estar associados a eles, permitindo uma forma mais amena de tratamento de resíduos poluentes.

"Muitos desses materiais, como as ceras, por exemplo, são utilizados na cobertura de frutas, especialmente as cítricas, realçando o brilho e evitando a perda de água e conseqüentemente de peso, além de controlar o processo respiratório da fruta, aumentando, assim, a vida útil delas", disse Grosso.

Segundo ele, a pesquisa prosseguirá com a inclusão de outros materiais na formulação, incluindo outros lipídios e surfactantes. "À medida que diferentes grupos nacionais e internacionais se empenhem nessa pesquisa, a tendência é que as informações básicas apareçam mais rapidamente e que, portanto, desenvolvimentos bem-sucedidos ocorram em menor tempo", afirmou Grosso.

Bibliografia:
Filmes compostos de gelatina, triacetina, ácido esteárico ou capróico
Taciana Davanço, Patrícia Tanada-Palmu, Carlos Grosso
Ciência e Tecnologia de Alimentos
Vol.: v.27 n.2

Modelada a maior partícula não-viral já cristalizada até hoje


Cientistas conseguiram modelar a maior partícula não-viral já cristalizada até hoje. O estudo é um passo importante no desenvolvimento de partículas carregadores de medicamentos. Os cientistas esperam que essas partículas possam ser programadas para levar os medicamentos ao ponto específico do organismo onde eles são necessários, aumentando a sua eficácia e reduzindo ao mínimo os efeitos colaterais das quimioterapias.

Vaults

A nova partícula é uma espécie de nano-barril, conhecida tecnicamente como vault (caverna ou adega, em formato abobadado). Sua estrutura foi desenvolvida por cientistas da Universidade da California, nos Estados Unidos.

Essas "partículas cavernosas" são encontradas no citoplasma de todas as células dos mamíferos e acredita-se que desempenhem um papel importante no nosso sistema imunológico. Elas são uma espécie de cápsula de remédio desenvolvida naturalmente - já que são ocas, podem carregar qualquer virtualmente qualquer substância.

Biocápsula

Utilizando modelagem por computador e técnicas de difração de raios-X, os cientistas agora deram um passo essencial para conseguir reproduzir essa biocápsula de forma sintética - eles descobriram qual a estrutura atômica de partícula com as mesmas características da partícula natural. Esta estrutura não é uma cópia da partícula biológica, mas um projeto totalmente novo e diferente dos seus equivalentes naturais, embora possa cumprir as mesmas funções.

A casca da biocápsula é formada por 96 cadeias de proteínas idênticas - cada uma formada por 873 aminoácidos - dobradas em 14 domínios. Cada cadeia forma uma espécie de degrau do corpo da cápsula, assim como as tampas que fecham suas extremidades.

Bibliografia:
Draft Crystal Structure of the Vault Shell at 9-Å Resolution
Daniel H. Anderson, Valerie A. Kickhoefer, Stuart A. Sievers, Leonard H. Rome, David Eisenberg
PLoS Biology
November 2007
DOI: 10.1371/journal.pbio.0050318

Links desta notícia
University of California

PLoS Biology

O que é o C#

O que é C # Descrição da nova linguagem de Microsoft C #, vinculada à plataforma .NET. C# É a nova linguagem de propósito geral orientada a objetos criado por Microsoft para sua nova plataforma .NET. Microsoft.NET é o conjunto de novas tecnologias nas quais Microsoft esteve trabalhando estes últimos anos com o objetivo de melhorar tanto seu sistema operativo quanto seu modelo de componentes (COM) para obter uma plataforma com a que seja Simples o desenvolvimento de software em forma de serviços web. Os serviços web são um novo tipo de componentes software que se caracterizam na hora de trabalhar por sua total independência em relação a sua colocação física real, a plataforma sobre a que corre, a linguagem de programação com a que tenha sido desenvolvidos ou o modelo de componentes utilizado para isso. O acesso a estes serviços se realiza em base a padrões da Internet, como são diferentes mecanismos do protocolo HTTP (GET e PUT) ou o novo protocolo RPC conhecido como SOAP (Simple Access Object Protocol), que não é mais do que uma combinação de padrões como HTTP e XML para realizar chamadas aos membros destes serviços web. A idéia atrás de SOAP consiste simplesmente em utilizar HTTP como meio de transporte para o envio das mensagens de solicitude de execução dos membros de serviços web remotos (o que permite atravessar barreiras tais como firewalls) e utilizar XML como linguagem com a qual escrever os corpos destas mensagens. Porém, a plataforma .NET não são somente os serviços web, pois também oferece numerosos serviços às aplicações que para ela se escrevam, como são uma re-coleção de lixo, independência da plataforma, total integração entre linguagens (por exemplo, é possível escrever uma classe em C# que derive de outra escrita em Visual Basic.NET que por sua vez derive de outra escrita em Cobol) Como se pode deduzir do parágrafo anterior, é possível programar a plataforma .NET em praticamente qualquer linguagem, porém, Microsoft decidiu lançar uma nova porque viu conveniente poder dispor de uma linguagem desenhada desde 0 com vistas a ser utilizada em .NET, uma linguagem que não conta com elementos herdados de versões anteriores e desnecessárias nesta plataforma e que, portanto, seja o mais simples possível para programa-la aproveitando toda sua potência e versatilidade. C# combina os melhores elementos de múltiplas linguagens de ampla difusão como C++, Java, Visual Basic ou Delphi. De fato, seu criador Anders Heljsberg foi também o criador de muitas outras linguagens e meios como Turbo Pascal, Delphi ou Visual J++. A idéia principal atrás da linguagem é combinar a potência de linguagens como C++ com a simplicidade de linguagens como Visual Basic, e que ademais a migração a esta linguagem pelos programadores de C/C++/Java seja o mais imediato possível. Além de C#, Microsoft proporciona Visual Studio.NET, a nova versão de seu meio de desenvolvimento adaptado à plataforma .NET e que oferece uma interface comum para trabalhar de forma cômoda e visual com qualquer das linguagens da plataforma .NET (por padrão, C++, C#, Visual Basic.NET e JScript.NET, embora possam acrescentar novas linguagens mediante os plugins que proporcionem seus fabricantes). O WebDesigner formado no Instituto Infnet é um profissional capaz de desenvolver sites utilizando as melhores técnicas e ferramentas. Ele domina os processos para a criação de sites e as peculiaridades da mídia on-line, incluindo importantes questões de usabilidade e Webstandards. Além disso, aprende a utilizar softwares líderes de mercado, como o Dreamweaver, o Flash e o Photoshop, com professores certificados pela Macromedia e pela Adobe. Como é a formação, no dia-a-dia? É uma formação prática, composta de 8 cursos e ministrada para turmas de até 16 alunos, em laboratórios com acesso à Internet. São 148 horas de aula, que você pode fazer em cerca de 2 meses, estudando 4 horas por dia, à noite, pela manhã, à tarde ou aos sábados. A formação é prática, e oferece exercícios ao longo de todos os cursos. No último módulo, você desenvolve um site, colocando em prática o conhecimento adquirido. Ou seja, você já sai da formação com experiência para integrar as tecnologias num site de verdade, pronto para trabalhar. O que eu aprendo? Você aprende tudo o que precisa para criar um site Web. Ou seja, você vai dominar a linguagem HTML, incluindo programação em DHTML e criação de Style Sheets, conceitos de Webstandards, acessibilidade e usabilidade, vai aprender a fazer animações para a Web em Flash e criar imagens otimizadas com o Photoshop. Vai também colocar o conhecimento em prática desenvolvendo um site completo, e aprenderá habilidades necessárias para atuar num projeto Web e relacionar-se com os clientes. Os cursos da Formação WebDesigner Código Nome do curso Carga horária I200 HTML Completo Você aprende a linguagem fundamental dos sites e aplicações Web. 16 horas D10 Dreamweaver: Website Development Você domina a ferramenta mais utilizada em todo o mundo para o desenvolvimento de páginas. 24 horas I202 Webstandards, Tableless, CSS e Acessibilidade Você aprende a construir páginas dinâmicas e acessíveis em vários dispositivos, entendendo e respeitando os padrões da Web. 24 horas A01 Photoshop para Web Você aprende a usar o software líder mundial na criação de imagens e efeitos especiais. 16 horas D03 Flash: Rich Media Design Você aprende a fazer animações em Flash para sites e aplicações Web. 16 horas I250 Programação Visual Você compreende os conceitos mais importantes para a criação de sites bonitos e funcionais. 16 horas I251 Usabilidade e Desenvolvimento de Interfaces Você aprende os conceitos de planejamento e criação de interfaces web e suas respectivas implantações dentro dos padrões de usabilidade. 16 horas I232 Arquitetura e Projeto de Sites Você coloca em prática tudo o que aprendeu, desenvolvendo um projeto de site Web. 20 horas Por que estudar no Instituto Infnet é Especial? 1. O Infnet é o líder nacional na formação de WebDesigners. É o pioneiro no Brasil, e é o único parceiro da Adobe e da Macromedia, habilitado a emitir certificados oficiais profundamente reconhecidos no mercado de trabalho. 2. O Infnet é especialista no ensino de tecnologia Internet, já tendo ministrado cursos em todo o país, para centenas de organizações como Accenture, Banco do Brasil, Itaú, BNDES, CNPq, Datamec, Embratel, ESPM, Nabisco, FINEP, Furnas, IBM, KPMG, Lojas Americanas, Origin, Ponto Frio, Rede Globo, Telemar, UERJ, UFRJ, Xerox, etc. 3. O Infnet é totalmente dedicado à formação profissional e treinamento de seus alunos, e trabalha com um departamento acadêmico integralmente dedicado à qualidade das aulas. Ter um certificado do Instituto faz diferença no seu currículo! 4. Os instrutores do Infnet são sempre profissionais com experiência prática, certificados pela Adobe e Macromedia e aprovados pelo rigoroso departamento acadêmico do Instituto. 5. O Infnet permite que o pagamento dos cursos seja parcelado em até 10 vezes para pessoas físicas. http://pt.wikipedia.org/wiki/C_Sharp apostila c# http://www.microsoft.com/brasil/msdn/csharp/default.mspx c# download aprendendo c# visual studio http://www.linhadecodigo.com.br/Artigo.aspx?id=984 http://www.mundooo.com.br/php/modules.php?name=News&file=article&sid=275 http://xml.com/pub/a/2002/03/06/csharpxml.html http://www.javafree.org/wiki/Eclipse Eclipse é uma plataforma (IDE) focado no desenvolvimento de ferramentas e aplicações de software. Hoje o Eclipse é a IDE Java mais utilizada no mundo. Possui como características marcantes o uso da SWT e não do Swing como biblioteca gráfica, a forte orientação ao desenvolvimento baseado em plug-ins e o amplo suporte ao desenvolvedor com centenas de plug-ins que procuram atender as diferentes nescessidades de diferentes programadores. A Eclipse Foundation mantém varios projetos envolvendo a sua IDE Eclipse tornando-a extremamente adaptável às necessidades de cada cliente. Um belo tutorial sobre o eclipse é este: http://www.dei.unicap.br/%7Ealmir/seminarios/2004.2/ts04/xmlide/introducao.h tml Artigos Relacionados Instalando Sysdeo no Eclipse; Eclipse Callisto; Eclipse; Atalhos no Eclipse; Indicar para qual versão compilar; Configurações de Memória; SuperWaba; Eclipse em português; Subclipse; IDEs; JUnit; Código Java no Wiki; Sysdeo; http://hotwork.sourceforge.net/hotwork/manual/eclipse/eclipse-user-guide.htm l Eclipse User Guide http://br-linux.org/linux/linux-magazine-de-aniversario-de-novembro-eclipse O Eclipse já não é mais apenas um IDE. Muitos o chamam de plataforma de desenvolvimento, dada sua grande flexibilidade através de plugins. Conheça esse software e veja se chegou a hora de aposentar as múltiplas janelas de terminal. Poliglota: Apesar de ter surgido com foco em Java, o Eclipse já conta com ferramentas para inúmeras linguagens de programação. Apresentamos o plugin CDT, ideal para a programação em C e C++. Banco de dados: Os plugins para criação, manipulação e consulta a bancos de dados disponibilizam diversas funções muito úteis para o programador. Confira a introdução a dois plugins gratuitos que interagem muito bem. Os 12 melhores: Nossa equipe escolheu os 12 melhores plugins para programar no Eclipse. REDES: ClusterIP - Torne sua rede resistente a falhas. O alvo CLUSTERIP do Iptables acrescenta redundância inteligente à sua rede. SEGURANÇA: Módulo suexec do Apache - Use o módulo suexec do Apache para trancafiar seus scripts web e evitar que abram caminho para invasões. Canonical no Brasil. A Canonical está presente no Brasil, e já tem vários planos para o nosso mercado. Entrevistamos Fabio Filho, gerente de negócios da empresa sul-africana para a América Latina. Graduação em Software Livre. Cezar Taurion propõe o currículo para uma graduação formal em Software Livre. Sulamita Garcia exemplifica como as empresas estão percebendo as vantagens do Código Aberto. Cansado do GNU make? Experimente o Cmake! Conheça as qualidades desse sistema de compilação alternativo que já foi adotado até pelos desenvolvedores do KDE. Modelagem 3D: Veja as novidades da versão mais recente do Maya, usado em Hollywood em várias animações campeãs de bilheteria. Augusto Campos parabeniza a Linux Magazine. No terceiro aniversário da revista, seu mais fiel colunista relembra o início da publicação, as expectativas do público e algumas das mudanças enfrentadas pela publicação. Um belo relato! E mais: Confira a quinta aula preparatória para os exames LPIC-2. - Você entende os três valores de Load Average mostrados pelo comando uptime? Conheça uma nova métrica, com significado bem mais útil.”

sexta-feira, maio 04, 2007

Câmera só de 400 megapixels...

A câmera de 416 megapixels


Procurando uma câmera com maior resolução? A empresa BetterLight oferece uma de 416 megapixels.
Na verdade, não é bem uma câmera, mas um back para ser instalado em câmeras de estúdio de 4 por 5 polegadas. Dentro dele, há uma espécie de scanner que varre a cena capturando-a em altíssima resolução. O resultado é uma imagem de 416 megapixels num arquivo raw de quase 1 GB.
Sem armazenamento local, o dispositivo funciona ligado a um laptop, que guarda as fotos e comanda as tomadas. Chamado Super10K-HS, o equipamento destina-se principalmente a museus e fotógrafos de arte que precisam de imagens com a máxima qualidade possível. Custa 23 mil dólares nos Estados Unidos.

Youtube evangélico



Religiosos criam YouTube cristão





A nova onda entre os cristãos é acessar o GodTube, site americano criado nos moldes do YouTube, com conteúdo voltado para os fiéis das religiões cristãs.
Mas se enganam aqueles que esperam um site doutrinário, apenas com vídeos de orações e pregações. Há um menu bastante diversificado, que inclui desde leitura de passagens da Bíblia até clipes de humor.
Um dos vídeos mostra a diferença entre o cristão e o seguidor de Cristo em uma paródia de um comercial famoso nos Estados Unidos, que trazia um duelo Mac x PC (clique aqui para ver).
Entre comentários de cristãos mais conservadores e de ateus, as discussões apresentam questões interessantes sobre o cristianismo.
Para acessar o GodTube, entre no endereço www.godtube.com.


veja o vídeo: What God Says

Nova geração de chips inspirados na narureza

A nova geração de chips ainda vai supreeender fique atento.





Caramujos inspiram novos chips da IBM

Processador com Airgap: 35% maisrápido que os convencionais


A IBM vai fabricar chips com dispositivos que se autoconstróem como as conchas dos moluscos.
A empresa apresentou, nesta semana, protótipos de processadores construídos com a nova tecnologia, chamada de Airgap. Eles empregam vácuo como isolante elétrico, no lugar de óxido de silício e outros materiais hoje usados nos chips.
Como as propriedades isolantes do vácuo são superiores às de qualquer material, seu uso permite reduzir as fugas de corrente elétrica. O resultado pode ser uma melhora de 35% no desempenho do processador, uma economia de energia de 15% ou uma combinação desses dois resultados, diz a IBM.
A idéia do isolamento a vácuo não é nova. Mas, até agora, ninguém havia desenvolvido uma maneira viável de implementar essa solução nos chips. A IBM conseguiu isso por meio de dispositivos que se autoconstróem. Eles seguem os mesmos princípios do crescimento de cristais que dá forma às conchas dos caracóis e aos flocos de neve.
O material autoconstrutivo usado pela IBM é chamado de polímero dibloco. Por meio de forças de atração e repulsão entre moléculas, esse polímero cria estruturas tubulares dentro do substrato de silício do chip. Depois, essas estruturas são removidas quimicamente, deixando um espaço vazio, que funciona como isolante.
A IBM planeja começar a fabricar processadores com essa tecnologia em 2009. Ela também pretende empregá-la em produtos de outras empresas com as quais tem parcerias na área de semicondutores, como AMD, Toshiba e Sony.


Maurício Grego

o poder do código

As redes sóciais estão reagindo de uma forma inusitada ao mercado e as iniciativas de controle dos ativos culturais.


O direito a informação e ao acesso bens culturais esta falando alto e grosso.


Apesar disso as redes fazem seu embatem a transformação de comoditie da cultura.


Vejam agora a ultima que fizeram.



Até camisetas exibem código que abre HD DVD

A tentativa de restringir a divulgação do código que retira DRM de discos HD DVD teve efeito contrário.
Desde que a associação que representa a indústria cinematográfica americana, a MPAA, pressionou o Digg a retirar do ar posts que publicassem o código, milhares de blogs, comunidades, redes sociais e sites estão se dedicando a divulgar o


código hexadecimal 09-f9-11-02-9d-74-e3-5b-d8 -41-56-c5-63-56-88-c0.
No site DirtyMicrobe.com, por exemplo, o usuário pode comprar uma camiseta com o código inscrito. Cada camiseta custa US$ 14. Há ainda opções com o código entre o arco-íris, estampado no logo de estúdios de Holywood ou na boina de Che Guevara.
Outros blogs oferecem canecas com o código estampado ou ainda adesivos para colar no carro. Nos comentários publicados em diversos blogs, usuários discutem maneiras diferentes de divulgar o código fora da internet, como fixando cartazes na janela de casa ou enviando mensagens SMS para os amigos com os números.
No YouTube, o código virou um clipe musical. No lugar de versos, o compositor canta apenas os números e letras que formam o código.
Leia também:
Código para quebrar DRM gera briga no Digg (02/05/2007)
Código que abre HD DVD vira música no YouTube (03/05/2007)
Felipe Zmoginski
Hackers quebram de vez a proteção ao HD-DVD
O código que abre qualquer disco HD-DVD está em toda a web. A divulgação resultou de uma escaramuça entre usuários do site Digg.com e a MPAA.
A MPAA, associação das indústrias de cinema, vem sofrendo mais um revés em torno dos sistemas de DRM (digital rights management) para proteger os discos HD-DVD. A história é cheia de nuances. Começou com a descoberta de um código universal para desbloquear o HD-DVD, um número hexadecimal.
Antes, para fazer isso, era necessário ter um código específico para cada disco. Agora, identificaram um número hexadecimal que é a chave mestra para desbloquear qualquer disco HD-DVD. Essa chave também pode ser usada em todos os discos e programas para HD-DVD no micro, deixando de lado as proteções.
Na cena seguinte, internautas começaram a publicar nos fóruns do site Digg.com o tal código destravador de todos os HD-DVDs. A MPAA pressionou o site e, em conseqüência, desapareceram mensagens e contas dos usuários que as postaram. A resposta dos usuários veio rapidamente. Eles espalharam o código em milhares de sites. Além disso, há letras de música com o código, animações em Flash, canecas e camisetas. Todos estampam, de alguma forma, o número fatídico.
Basta fazer uma busca com o argumento “HD-DVD code”. Vem uma enxurrada de sites, todos com o hexadecimal 09-f9-11-02-9d-74-e3-5b-d8-41-56-c5-63-56-88-c0. Segundo o Google, há quase 300 mil páginas contendo esse número.
O resultado, até o momento, é que a proteção anticópia dos HD-DVDs foi por água abaixo. Obviamente, os responsáveis podem fazer um extenso trabalho de atualização do firmware dos equipamentos. De todo modo, como já houve tantas quebras, nada garante à MPAA que, mesmo reforçada, a proteção não venha a ser derrubada outra vez.
Carlos Machado

Um álibi perrrfeito


Site fornece álibi para usuário em apuros


TORONTO - Você pretende faltar ao trabalho para ir a uma pescaria ou trair seu parceiro?
Uma empresa online oferece álibis para todas as ocasiões, e se justifica alegando que as pessoas que agem assim o fariam com ou sem os seus serviços.
A Alibi Network, que atua nesse mercado há dois anos, diz que inventa, cria e fornece desculpas e álibis para pessoas que desejam justificar suas ausências.
O serviço inclui um número virtual de telefone para um hotel, com atendimento 24 horas, reservas falsas de passagens aéreas, com tíquetes eletrônicos, reservas de hotéis e detalhes sobre uma suposta conferência.
"As pessoas nos usam por diversas razões, algumas das quais, evidentemente, incluem infidelidade, mas elas certamente não se limitam a isso", disse Helen Tracy, porta-voz da empresa, em entrevista.
"Nós estamos simplesmente fornecendo um serviço, e não encorajamos a infidelidade. As pessoas que querem ter casos o farão com ou sem nós", acrescentou.
Os clientes iniciais se registram online ou por um telefone de assistência a clientes. Por uma taxa anual, a empresa envia um convite para uma conferência de vendas ou show de rock, faz telefonemas sobre emergências de trabalho ou fornece reservas simuladas para ficar fora no fim de semana.
Os clientes podem requerer álibis que se enquadrem às suas necessidades específicas, mas o custo de desculpas personalizadas depende de sua complexidade, segundo a empresa.
A empresa não pergunta por que as pessoas precisam de álibis ou desculpas, mas os clientes têm de assinar termos de responsabilidade. Tracy diz que a empresa verifica a legalidade dos pedidos que atende.
"A Alibi Network toma cuidado especial para não e envolver em atividades ilegais", disse Tracy, acrescentando que a empresa cooperaria com a polícia, se fosse necessário.
Além de álibis e desculpas, a empresa também fornece serviços discretos de compras em todo o mundo.
Apesar de os Estados Unidos responderem pela maioria dos clientes, o site http://www.alibinetwork.com foi visitado por pessoas de mais de 150 países. O setor de venda de álibis está indo tão bem que a companhia pretende abrir três escritórios na Europa e oferecer desculpas em outras línguas além do inglês.
Reuters

terça-feira, maio 01, 2007

Em terra brazilis quem tem o choro é rei

Criador da Cyclades usa TI para ensinar choro



Após faturar US$ 90 mi, Delarossa leva a vida na flauta


O fundador da Cyclades, Daniel Dalarossa, estreou soluções de software para promover o chorinho.
Dalarossa, que faturou US$ 90 milhões ao vender sua empresa de TI, investiu US$ 250 mil na criação do selo ChoroMusic. Além de divulgar o chorinho, o selo estreou dois CDs que ajudam músicos amadores e profissionais a estudar este estilo musical.
Os CDs apresentam várias versões de uma mesma música, com variações como faixa com solo completo, afinação, somente solista, com solo e sem cavaco, etc. Com a ajuda de um software disponível no site ChoroMusic, o músico pode alterar a tonalidade das faixas sem modificar seu andamento, alterar o andamento das músicas sem modificar a tonalidade ou alterar tonalidade e andamento simultaneamente.
Os recursos permitem que amadores executem a faixa de modo mais lento, ou mais simplificado, e consigam tocar mesmo as composições mais complexas. Do mesmo modo, o software permite a músicos mais experientes experimentar novas variações musicais.
Os dois primeiros CDs do selo exploram a obra de Ernesto Nazareth, autor de Brejeiro (1893).
Os CDs custam R$ 45 cada e permitem baixar o software de manipulação de música e partituras.

redes sociais servem para quê e para quem afinal?

As redes sociais podem criar um cenário em pouco tempo onde o usuário se torne o criador e distribuidor de suas histórias, um nova forma de competência informacional é nescessaria.
Mas quem controla afinal as redes de distribuição no mundo hoje?

Nossa evolução e destino coletivo passam pelo compartilhamento de informações .

Poder real, poder de escolha e descisão.

A exclusão informacional é a nova forma de exclusão que se impoe sociedade, que produz miséria , violência, fanatismo, dogmatismo entre outros males socias, o que pode ser visto ao longo de toda a história humana, de como a informação é usada para mudar e modelar a verdade.
Somos tão humanos demasiadamente humanos, quais são nossas escolhas daqui para frente?

Aprender a aprender, aprender a fazer e aprender ser é cada vez mais urgente.
Isso é tão verdadeiro que a existem pessoas dispostas a pagar até 70 mil reais para passar no vestibular, capiche !


Héberle Babêtto






IBM faz eventos gratuitos sobre virtualização
Começam na próxima quinta-feira, dia 19, os eventos gratuitos sobre as melhores práticas em virtualização promovidos pela IBM.
Os encontros serão dedicados à discussão e ao aprofundamento de conhecimentos sobre essa tecnologia, e terão a participação de especialistas sênior da IBM mundial.
Entre os tópicos que serão abordados estão a virtualização em estrutura Power, o acionamento e o desligamento do sistema virtualmente, a criação de partições e a introdução do sistema operacional AIX.
Os eventos acontecem das 9h às 18h em Belo Horizonte (no dia 19), em Brasília (dia 24) e em Porto alegre (dia 26). Haverá tradução simultânea e certificado de participação.
Os interessados devem fazer suas inscrições pelo portal developerWorks ou pelo telefone 0800-707–4837 (opção 1) de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.

Green Business faz bem para todos

Uma nova sensibilidade e consciência podem significar em pouco tempo o diferencial das empresas e marcar a real inovação, tão divulgadas aos quatro ventos, esse diferencial só terá impacto na empresa e na criação de uma consciência ambiental, se um novo tipo de consumidor ou cliente, despertar para seu poder de descidir.
Descidir quem viverá no seu negócio e quem deve desaparecer.


Assim estamos divulgando também agora iniciativas e pesquisas que podem mudar o cenário atual, FIQUE LIGADO! vc pode fazer a diferença!


Héberle

Tecnologia permite criar plástico orgânico







As empresas americanas Metabolix e ADM anunciaram um projeto para produzir plástico a partir de compostos de milho.
A Metabolix, que já produz álcool a partir do milho, anunciou que construirá uma fábrica em parceria com a química ADM em Iowa para produzir 50 mil toneladas de plástico biodegradável.
A parceria registrou patente de um conjunto de processos químicos que transforma fibra de milho em resina plástica.
A Metabolix afirma que o bioplástico tem durabilidade suficiente para ser usado em embalagens e produção de peças plásticas. Uma vez abandonado na natureza, o plástico de milho se degrada muito mais rapidamente que o plástico feito de petróleo.
As empresas que desenvolveram a tecnologia dizem que negociam com 40 fabricantes de produtos plásticos que gostariam de testar a matéria-prima biodegradável. A produção em massa do plástico de milho está prevista para o início de 2008.


Felipe Zmoginski

Mudança no cenário de distribuição da informação

BBC cria serviço de TV pela internet








Fiquem atentos a mudança no atual cenário de distribuição da informação, o caro o Prof. Barbosa da ECI sempre falou sobre a mudança do eixo informacional e agora isso chegou ao mercado para valer.





Quem chegar primeiro exerce um impacto maior no market sharing, trocando em miúdos no Information sharing da empresa.





A pergunta que não quer calar é como isso impacta nosso ambiente de trabalho a biblioteca tradicional, já que, o que acontece fora da biblioteca influência cada vez mais o nosso usuário, que busca informação extruturada, atual, tratada e relevante em multinível (todos os tipos de media).
Héberle Babêtto do Observatório Raitéqui nosso de cada dia.









A BBC vai lançar uma série de serviços de televisão e áudio sob encomenda na internet.


O BBC Trust, que supervisiona a corporação, anunciou na segunda-feira que havia aprovado o projeto depois de avaliar a demanda pública e o impacto que isso poderia ter sobre os rivais comerciais da empresa.





O Channel 4, uma das redes privadas de TV britânicas, disse na segunda-feira que seu serviço de vídeo sob encomenda havia sido utilizado por "bem mais" de um milhão de pessoas, que haviam assistido a um total de 20 milhões de programas, desde o seu lançamento, seis meses atrás, superando em muito as expectativas.





A BBC disse que seu novo sistema iPlayer permitiria que os telespectadores acompanhassem os programas dos sete dias anteriores e os armazenassem em um computador por 30 dias, enquanto os espectadores de TV a cabo poderiam usar o serviço em seus televisores.





O iPlayer, que estará disponível no site www.bbc.co.uk da BBC, também permitirá que espectadores assistam a programas diretamente na Internet, e ouçam alguns downloads de áudio sem os sistemas de proteção contra pirataria conhecidos como administração de direitos digitais.





"Estamos presenciando um ritmo sem precedente de mudanças na tecnologia e nas expectativas da audiência", afirmou Ashley Highfield, diretora de Mídia Futura e Tecnologia da BBC, em comunicado.





"O BBC iPlayer responde à necessidade de maior controle e flexibilidade quanto à forma e horários de acesso de audiência ao conteúdo da BBC. Trata-se de uma parte essencial da estratégia que adotamos para manter nosso impacto e relevância em um mundo no qual os hábitos de consumo de rádio e TV estão mudando, de consumo linear para consumo sob encomenda."





A BBC, que fornecerá o conteúdo gratuitamente, domina o setor de rádio e TV britânico, e a organização regulatória da mídia, Ofcom, advertiu que sua entrada em um setor incipiente como o do vídeo sob encomenda poderia prejudicar os concorrentes.





Reuters

Não é feitiçaria é metodologia por trás da tecnologia!!!

Reuters compra empresa de busca de texto



Essa notícia mostra a importância do mercado de organização do conhecimento e representação da informação, como chaves para a nova econômia, esse campo abre as portas para a WeB 3.0 semântica e WeB 4.0 ou o sistema global de software -
que eu chamo de WEBGRID.



Existe o trabalho da Prof. Gercina Borém que tem um modelo semelhante na ECI.


Fiquem atentos as próximas transformações,


OBSERVATÓRIO RAITÉQUI. HÉBERLE


O Reuters Group anunciou a compra da ClearForest, produtora de software utilizado para buscas. Os termos do acordo determinam que a Reuters adquira todas as ações em circulação da empresa de capital fechado, uma sociedade entre israelenses e norte-americanos.
O montante não foi revelado. A ClearForest fornece ferramentas de análise de texto, que são usadas para "rotular"," ou categorizar, informação desestruturada, de maneira a permitir que fatos sobre pessoas, organizações lugares e outros tópicos sejam extraídos de artigos jornalísticos, páginas da Web e outros documentos." Essa aquisição nos ajuda a colocar em contexto nosso imenso volume de conteúdo e fornecer informações mais relevantes", disse Gerry Campbell, que no ano passado foi indicado para dirigir o novo grupo de buscas e desenvolvimento estratégico na Reuters. Os concorrentes da ClearForest incluem a Autonomy e empresas de capital fechado como Nstein e Inxight, criada pelo Palo Alto Research Center da Xerox .
A ClearForest tem sede em Waltham, Massachusetts, e conduz suas operações de pesquisa e desenvolvimento em Or-Yehuda, Israel, perto de Tel Aviv.
A empresa tem 30 funcionários. Os investidores no grupo, liderados pela Greylock Partners, incluem DB Capital Partners, Pitango Venture Capital, Walden Israel, Booz Allen Hamilton, HarbourVest Partners e J. P. Morgan.
A Reuters anunciou que planeja manter os atuais executivos e funcionários. Também manterá a assistência técnica aos atuais produtos e clientes da ClearForest. A empresa tem cerca de 50 clientes empresariais, entre os quais Dow Chemical, Reuters, Elsevier Science e International Finance Corp., que empregam se software para localizar informações de negócios em bancos de dados, segundo Campbell.
A Reuters informou em comunicado que a ClearForest é parte de sua estratégia para fazer dos sistemas de buscas um elemento essencial na maneira pela qual informações financeiras são localizadas e empregadas.


Reuters

segunda-feira, abril 30, 2007

Windows por apenas US$ 3 a partir de setembro!



MS venderá Windows de US$ 3 em setembro




A Microsoft vai iniciar as vendas do Windows e do Office por US$ 3 a partir de setembro deste ano.
De acordo com a revista Veja, a Microsoft inicia no segundo semestre seu esforço junto a governos e organismos de educação no mundo para vender uma versão popular de seu sistema operacional Windows XP e da suíte Office para programas de inclusão digital.
Cada licença de US$ 3 dará direito ao comprador instalar o Windows XP Starter Edition, além da suíte Office e programas educacionais como o Microsoft Math 3.0 e o Learning Essentials. O desconto é de 99,25% em relação ao preço cobrado por estes programas no varejo.
Com a iniciativa, a Microsoft pretende viabilizar sua plataforma para projetos educacionais. Programas de inclusão digital em massa, como o projeto do laptop de US$ 100 da OLPC, e o programa PC para Todos, do governo brasileiro, usam apenas distribuições Linux nos computadores que chegarão a milhões de novos usuários.
A idéia da Microsoft é adotar um preço baixo e tornar-se competitiva em iniciativas de inclusão que formarão grande número de novos usuários.
A MS acredita que, até 2015, mais de um bilhão de pessoas que nunca usaram um PC vão entrar neste mercado e a Microsoft planeja atrair estes usuários para sua plataforma e não deixá-los se familiarizar com outros sistemas, como as distribuições Linux.


Leia mais


Microsoft e seu progama de inclusão:


A Microsoft anunciou que reduzirá o preço de seus programas para iniciativas educacionais.
A MS acredita que o número de usuários de computadores no mundo chegue a dois bilhões até 2015 e promete reduzir os preços de seu software para os governos de países em desenvolvimento que forneçam computadores gratuitos a crianças de escola.
O chairman da Microsoft, Bill Gates, anunciou o programa em uma entrevista coletiva em Pequim na quinta-feira.
A Microsoft informou que planeja oferecer um pacote de software chamado Microsoft Student Innovation Suite por 3 dólares, aos governos que comprem e forneçam computadores acionados pelo sistema operacional Windows a alunos de escolas de primeiro e segundo grau.
O pacote de software, que estaria disponível a partir do segundo semestre de 2007, inclui o Windows XP Starter Edition, Microsoft Office Home and Student 2007, Windows Live Mail e outros programas da empresa.
"Não estamos falando de um esforço filantrópico, mas de um negócio", disse Orlando Ayala, vice-presidente sênior do grupo de desenvolvimento do segmento de mercados emergentes da Microsoft, em entrevista antes do anúncio oficial sobre o plano.
Em muitos mercados emergentes, a Microsoft viu seu software sofrer pirataria e ser vendido por uma fração do preço do produto genuíno. A Microsoft afirma que o setor de tecnologia precisa adaptar seus modelos de negócios aos países em desenvolvimento.
A empresa está trabalhando com o varejo e com produtores de computadores no Brasil, para testar um sistema de uso pré-pago, que funciona no mercado de celulares do país.
Reuters

quer estudar no exterior...

Austrália oferece bolsas de estudo Estão abertas as inscrições para o programa de bolsas de estudo Endeavour Awards 2008 do governo australiano. Os estudantes brasileiros graduados podem se habilitar a uma bolsa de pós-graduação ou de pesquisa. Pelo Endeavour International Postgraduate Research Scholarships, o estudante pode se habilitar a um mestrado ou doutorado. A bolsa cobre a anuidade do curso e o seguro saúde. Pelo Endeavour Research Fellowships, o governo australiano dá suporte financeiro a pesquisas de pós-graduação e pós-doutorado por um período de 4 a 6 meses. As inscrições se encerram no dia 31 de julho. Informações detalhadas sobre as bolsas, universidades participantes, preços, FAQ e informações sobre como obter o visto estão no site do programa. Lucia Reggiani

Céu e inferno são aqui...


Até Barbie agora toca MP3


A Mattel está usando a tecnologia para dar vida nova a um brinquedo lançado em 1959.
Na quinta-feira, a Mattel revelou o Barbie Girls, um player de MP3 que se transforma em personagem de animação no site BarbieGirls.com, no qual as meninas podem interagir umas com as outras de forma similar ao Second Life, um mundo virtual dirigido a usuários adultos.
A empresa espera que o novo brinquedo, que combina navegação na Web, compras e download de música, reduza a demanda pelas atrevidas bonecas Bratz, da MGA Entertainment --uma linha de bonecas esbeltas, com grandes cabeças, que usam roupas curtas e modernas.
A maior fabricante de brinquedos do mundo também tem em sua mira os players de música iPod, da Apple, e os Webkinz, da Ganz, bichos de pelúcia que têm versões "vivas" na Internet.
O lançamento oficial do site BarbieGirls.com surgiu uma semana depois de a empresa conduzir um teste público do site.
Analistas de brinquedos dizem que essa mais recente adição à linha de produtos Barbie, lançada 48 anos atrás, deve gerar vendas fortes, ajudando a reverter um declínio de quase cinco anos no faturamento da marca.
"Se a comunidade online da Mattel obtiver sucesso, com penetração semelhante à dos Webkinz, estimamos um potencial máximo anual de vendas da ordem de 100 milhões de dólares, ou cerca de três centavos de dólar por ação", afirmou Lisa Bolton Weiser, analista da Oppenheimer, em relatório.
Os varejistas norte-americanos informaram no começo do mês que a demanda pelos Webkinz, vendidos em lojas especializadas como as redes Hallmark e American Greeting, disparou.
Renovar a marca Barbie vem sendo uma grande prioridade para a Mattel, que sentiu deserção das consumidoras tradicionais de sua boneca não só em benefício das Bratz mas também de itens mais sofisticados de tecnologia, como os videogames e os iPods.
Os music players Barbie Girl, com capacidade para até 120 canções em formato MP3 ou 240 em formato WMA, chegarão ao mercado em julho, ao preço de 59,99 dólares, informou a Mattel.
Reuters

web 2.0 cresce e aparece!


O canal de sites web 2.0 de INFO tem 20 novos serviços em seu banco de dados.
Os novos sites são de áreas tão diversas como música, escritório e blogs.
Entre as novidades adicionadas estão Jaiku, Twitter e Tumblr, todos exemplos do fenômeno dos microblogs.
Na área de escritório, as novidades são o pacote Peepel e a agenda Highrise.
Na área de Wiki, estréiam o Wetpaint e o TiddlySpot.
Conheça outros serviços no canal de sites web 2.0 de INFO.





Apesar de perder em recursos do Tumblr, o Jaiku é um microblog com visual mais simpático. Um diferencial bacana do serviço é o uso de ícones nos posts, o que pode ajudar a ilustrar um texto sem que seja preciso buscar uma imagem ou desenho relacionado. A URL do microblog também pode ser personalizada, com cores e tela de fundo, apesar de não ser possível usar um domínio próprio.


Precursor dos microblogs, o Twitter é ainda um dos mais usados, especialmente por sua simplicidade e integração com serviços de mensagens instantâneas, como MSN Messenger e Google Talk. Os posts do Twitter podem ser lidos como um feed RSS ou recebidos como mensagens instantâneas, a cada novidade. Dessa forma, os amigos podem ficar sempre por dentro do que os outros estão fazendo


O Tumblr seguiu os passos do Twitter, adicionando mais opções de posts, com fotos e vídeos. Também é possível adicionar informações específicas, como endereços web e frases, que ganham uma formatação visual diferenciada. Outro recurso é a possibilidade de hospedar seu microblog em um domínio personalizado.

outras opções:




Cracker “perde” pendrive para aplicar golpe


Cuidado cavalo dado a gente olha os dentes sim!


A polícia de Londres investiga um novo tipo de golpe que usa pendrives para espalhar códigos maliciosos.
De acordo com a polícia local, os golpistas deixam pendrives espalhados por pontos estratégicos da capital inglesa, afim de atrair vítimas de alta renda. Um dos pontos mais comuns para distribuir os dispositivos são estacionamentos de shoppings de luxo.
O pendrive esquecido, no entanto, contém um código malicioso especialmente desenvolvido para capturar informações bancárias e enviá-las para servidores controlados por crackers. A vítima, pensando ter encontrado um pendrive perdido, leva para casa um vírus Trojan e infecta seu computador.
A empresa F-secure, que analisou o código malicioso, afirma que o aplicativo envia dados para servidores localizados na Rússia. O método é mais eficaz que a distribuição de códigos pela web, diz a F-secure, pois conta com a ajuda involuntária da vítima.
Na Inglaterra, pendrives de baixa capacidade (como 128MB e 256MB) são vendidos a preços populares, inclusive em feiras de produtos usados.
Felipe Zmoginski

Oito em cada 10 internautas terá vida virtual

Globalização unindo corações e mentes .


Hehehe....



Até o final de 2011, 80% dos usuários ativos de internet terão uma vida paralela na web.
Essa vida paralela poderá ser curtida no Second Life ou em outros programas do gênero, acredita o Gartner, um dos principais institutos de pesquisa sobre tecnologia do mundo.
Durante o evento Gartner Symposium/ITxpo 2007, o instituto divulgou essa previsão e aconselhou seus clientes a investigarem e experimentarem essa tendência.






Mas claro, alertou para que eles não invistam montanhas de dinheiro antes que a novidade amadureça.
Para os analistas do Gartner, os ambientes de colaboração e de comunidade serão muito usados para fechar transações comerciais no futuro, mas devem ser usados com cuidado.
Eles alertam que as empresas devem experimentar os "mundos virtuais" como o Second Life, mas não devem fazer planos muito ambiciosos.






É preciso olhar mais para os benefícios do relacionamento em comunidade do que para o comércio envolvido nesse mundo paralelo.




Silvia Balieiro

Como indexar todos o seres humanos do planeta



Todos os habitantes da Terra indexados!

Equipe do Spock: mordomias no Vale do Silício
Ambição é isso aí: a mais nova sensação da web 2.0, o site Spock, pretende indexar todos os seres humanos!
Por enquanto, diz Jaideep Singh, o presidente do Spock, já estão no papo, ou melhor, nos servidores da empresa, 100 milhões de pessoas, representando 1, 5 bilhão de registros de dados. É mole?
O Spock tem sede no Vale do Silício, na Califórnia, mas executivos de nome e sobrenome indiano. Além de Singh, o outro rosto importante da empresa é Jay Bhati, ex-Microsoft.
Estou na fila para testar o beta fechado do Spock, então não posso, ainda, dizer nada sobre a qualidade do serviço. A idéia é ser uma referência para encontrar pessoas mais completa e mais informal e relaxada que, digamos o LinkedIn, um serviço que já é suficientemente interessante.
Singh estima que 30% das buscas na web são relacionadas a pessoas – daí a relevância de seu mecanismo. Ele convenceu gente importante a botar verdinhas em sua idéia. Os fundos Opus e Clearstone, que bancou na infância iniciativas bacanas como o mecanismo de micropagamentos PayPal, são os os donos do dinheiro.
A confiança no sucesso do projeto é tanta que o Spock está recrutando para início imediato, prometendo para os programadores, entre as mordomias, monitores LCD gigantescos e um Mac ou PC zero KM. Além, é claro, do que já é uma tradição no Vale do Silício: almoços grátis e “toneladas de snacks” o dia inteiro. Se você quiser arriscar, o endereço é http://www.spock.com/jobs.

terça-feira, março 27, 2007

Minority Report

Dois anúncios desta semana tornam inevitáveis as menções ao filme Minority Report, de Steven Spielberg. O primeiro, claro, foi o celular da Apple, que é todo baseado em um novo tipo de navegação com a ponta dos dedos (você se lembra de Tom Cruise buscando informações com as mãos no filme?) Outro anúncio saiu ontem. A Mini USA, que fabrica os carros do mesmo nome, colocou um novo tipo de outdoor em quatro cidades. Eles têm um display eletrônico que exibe mensagens personalizadas cada vez que os donos de Minis passam por eles. O sistema funciona com pequenos chaveiros equipados com identificadores de radiofreqüência (RFID, na sigla em inglês). O dono do carro pode escolher a mensagem que quiser, mas, segundo a Mini, a idéia é evitar informações muito pessoais -- afinal de contas, elas serão exibidas num outdoor.

inclusão?

O iPod mais caro do mundo é nosso O que você já suspeitava se confirmou: o iPod mais caro do mundo é brasileiro. Mais um título! A pesquisa foi feita pelo Banco Commonwealth, um dos maiores da Austrália, e usou uma metodologia parecida com a da revista Economist para calcular o índice Big Mac. Trata-se de uma estimativa do poder de compra de uma determinada moeda com base em um produto global. O banco usou como referência o iPod Nano com 2 GB de memória. No ranking, o Brasil fica com a inglória liderança. Pagamos pelo tocador de MP3, em média, 327,71 dólares. Num distante segundo lugar vem a Índia, onde o iPod Nano pode ser adquirido por 222,27 dólares. Em último (ou em primeiro, melhor dizendo), vem o Canadá, onde o produto é encontrado por 144,20 dólares, pouco menos de 5 dólares mais barato que o preço de varejo dos Estados Unidos: 149 dólares. Mas é claro que não precisávamos esperar um banco australiano fazer essa conta para saber disso, não é mesmo? Os preços do iPod Nano pelo mundo Modelo de 2 GB* País Preço (dólares) 1 Brasil 327,71 2 Índia 222,27 3 Suécia 213,03 4 Dinamarca 208,25 5 Bélgica 205,81 6 França 205,80 7 Finlândia 205,80 8 Irlanda 205,79 9 Reino Unido 195,04 10 Áustria 192,86 11 Holanda 192,86 12 Espanha 192,86 13 Itália 192,86 14 Alemanha 192,46 15 China 179,84 16 Coréia do Sul 176,17 17 Suíça 175,59 18 Nova Zelândia 172,36 19 Austrália 172,36 20 Taiwan 164,88 21 Cingapura 161,25 22 México 154,46 23 Estados Unidos 149,00 24 Japão 147,63 25 Hong Kong 147,35 26 Canadá 144,20 Fonte: Banco Commonwealth

alguem aí tem uma idéia..

O Google está ouvindo. Nós jornalistas bem que tentamos, mas muitas vezes é difícil escapar dos chavões. Bem, desta vez a história realmente envolve um Davi e um Golias, que neste caso se chamam Aaron e Google.O dito Aaron, um americano do estado de Idaho, no meio oeste dos Estados Unidos, teve uma idéia de negócios ligada à tecnologia. Ele a achava tão boa que queria oferecê-la para o Google. Decidiu pegar um avião para a Califórnia, aparecer na recepção da empresa e tentar ser ouvido por alguém.As chances de que alguém além de um recepcionista lhe dê atenção no Google são muito próximas de zero: a empresa mantém um formulário online para receber propostas e projetos de novos produtos ou negócios e já avisa que não há garantia nenhuma de que as idéias receberão "resposta humana".Mas Aaron documentou sua aventura desde o início na internet. Começou fazendo vídeos, depois criando um blog. O site começou a ganhar audiência e foi parar na comunidade Digg. Na semana passada, ele já figurava entre os sites mais indicados pelos freqüentadores do Digg. Depois de ouvir um não no hall de entrada do Google, ele começou a reparar que seu blog tinha muitos acessos vindos justamente da sede do gigante da web. Três dias depois de chegar à Califórnia, recebeu um e-mail: ele seria ouvido por um funcionário da empresa.Ele não revela qual é sua idéia, mas diz que depois da primeira apresentação ficou decidido que a idéia seria levada para a consideração de outros executivos, o que só pode ser um bom sinal. Ele promete contar o desfecho e os detalhes de sua aventura no blog. Mas a história já rendeu vários frutos. Aaron recebeu milhares de mensagens de boa sorte e, com uma única página da internet, provou que basta ter um pouco de criatividade para se fazer notar por uma empresa do tamanho do Google.

novas formas de cercamento , admirável gado novo!!

O MP3 corre risco Durante quase uma década as gravadoras tentaram conter a distribuição de músicas em MP3. Não tiveram nenhum sucesso, como se sabe. Pois ontem, num caso que envolve uma fabricante de equipamentos de rede de telefonia, um juiz americano (sempre eles) tomou uma decisão que pode ser a primeira ameaça real ao formato que deu origem ao fenômeno da música digital. O caso opõe a Alcatel, uma companhia francesa, à Microsoft. A Alcatel comprou a americana Lucent, que era dona do Bell Labs, que leva o nome do inventor Alexander Graham Bell e foi um dos maiores centros de inovações tecnológicas do século passado. O Bell Labs é dono de algumas patentes envolvidas no algoritmo que transforma uma faixa de um CD em um MP3. O Bell Labs sustentou no processo que a Microsoft devia pagar pelo uso dessas patentes, que estão embutidas no programa Windows Media Player. O juiz sentenciou a gigante do software a pagar uma multa de 1,5 bilhão de dólares por essa violação.Para a Microsoft, com seus mais de 30 bilhões de dólares em caixa, o valor não assusta. Mas as repercussões dessa decisão podem ser muito maiores. Na prática, todas as empresas que produzem tocadores MP3 -- das quais a mais famosa é a Apple, dona do iPod --, a decisão pode causar sérios problemas. O sucesso do MP3 se deu justamente porque o algoritmo hoje em disputa foi amplamenta difundido, tanto em programas capazes de executar as músicas no computador como em players portáteis, aparelhos de som de carro e sistemas de som domésticos. As patentes do MP3 são divididas entre o Bell Labs e o Instituto Fraunhofer, da Alemanha, que fez a principal parte do trabalho na criação do MP3. Se a decisão da Justiça americana for mantida -- a Microsoft já afirmou que vai entrar com recurso --, pode-se assistir a uma onda de processos por parte da Alcatel. Num cenário mais pessimista, isso inviabilizaria o negócio de muitas empresas que têm produtos baseados em MP3. A Apple não comentou a decisão, e nada se ouviu das grandes gravadoras -- mas não tenha dúvida de que elas estão comemorando e muito.

aqui nasceu o Google!..


Esse pequeno Frankenstein, montado a partir de vários PCs básicos, foi o primeiro servidor do Google, nove anos atrás.Dessa máquina, e de um software muito inovador na época, surgiu a empresa mais importante da indústria de tecnologia.Dá para acreditar que em tão pouco tempo o Google passou dessa máquina da foto para o gigante que é hoje?O servidor está no Computer History Museum.

A foto veio do Flickr.

o mundo cresceu e agora José?

161 bilhões de gigabytes... ou 161 exabytes, para quem quer aprender uma termo novo. Essa é a quantidade de dados que circularam pelo mundo no ano passado, de acordo com a consultoria IDC. Um estudo realizado erm 2003 chegou à conclusão de que criamos 5 exabytes naquele ano. A metodologia do IDC é um pouco diferente e leva em conta não só informações originais como também dados duplicados. De qualquer maneira, por esse método a quantidade de dados que circulou no planeta em 2003 foi de 40 exabytes. Em três anos, o volume duplicou. E o que são 161 bilhões de gigabytes?. 2 bilhões de iPods de 80 gigabytes. 10 bilhões de um episódio de "Lost" em alta definição. 12 pilhas de livros que vão da Terra à Lua

1 mi de dolares!

Te cuida, Negroponte Do laptop de cem dólares todo mundo já ouviu falar. Trata-se do projeto de Nicholas Negroponte, ex-diretor do Media Lab, de levar a computação a crianças de países carentes.Agora, a loja de artigos de luxo londrina Luvaglio quer atender à outra ponta do espectro: os consumidores com dinheiro de sobra. A empresa apresentou um laptop de 1 milhão de dólares.Poucos detalhes que se conhecem desse computador. Sabe-se que o botão de liga/desliga é feito de um tipo raro de diamante, que também funciona como um sistema biométrico: só o dedo do dono pode ligá-lo. Além disso, a memória de 128 GB é toda em flash, como num iPod nano ou num cartão de memória. Além de infinitamente mais cara, essa memória não tem partes móveis e, portanto, está menos sujeita a falhas como os HDs tradicionais. Finalmente, o computador vem equipado com um leitor de DVDs Blu-Ray, de alta definição.Quem já passou pela experiência de perder um celular, palm ou computador sabe que o que há de mais valioso não é a máquina, são os dados que se foram -- menos no caso deste laptop, é claro.Clique aqui para ver as fotos.
Ministro usa YouTube para falar aos italianos



Di Pietro quer "que haja transparência


O ex-magistrado Antonio di Pietro, que foi símbolo da Operação Mãos Limpas e hoje é ministro de Infra-Estrutura da Itália, usa o YouTube para explicar diretamente aos cidadãos italianos como o governo toma suas decisões.

“É justo dizer aos cidadãos o que acontece nas reuniões dos ministros, para que haja transparência total sobre as decisões”, diz no vídeo o ex-magistrado que, com suas investigações e interrogatórios nos anos 1990, contribuiu para desmontar um enorme esquema de corrupção e revolucionar a política italiana.
Di Pietro, líder do partido Italia dos Valores, que faz parte da coalizão de centro-esquerda que governa o país, aparece sentado numa poltrona, olhando diretamente para a câmera.
Ele se dirige aos italianos como se estivesse na sala de sua casa, em tom coloquial, para dizer porque acha importante contar o que acontece nas reuniões do conselho de ministros.
“É para mostrar que nestas reuniões nao há só brigas, mas trabalho, como decidir nomeações importantes e as leis que serão levadas para a aprovação do parlamento”, diz o ministro.
Di Pietro prometeu um vídeo a cada semana, logo depois das reuniões, que ocorrem nas sextas-feiras.
O primeiro foi gravado no dia 19 e dura cerca de seis minutos.
Nele, o ex-magistrado explica detalhadamente como são esses encontros e relata as últimas decisões tomadas no campo das reformas constitucionais e no setor agrícola.





Assimina Vlahou

o Novo The Lord of Rings

Redes de TV dos EUA criarão site para enfrentar YouTube






Sucesso do YouTube está transformando o mercado de vídeo

Duas redes de televisão dos Estados Unidos estão combinando seus programas em um único portal de internet para conter a ameaça representada por sites que compartilham vídeos, como YouTube.
NBC Universal e Fox colocarão séries populares como 24, House e Heroes, e filmes de sucesso no website, que contará com anúncios publicitários.
A iniciativa tem o objetivo de dar às empresas maior controle sobre como o conteúdo que produzem é acessado na internet.
A Viacom entrou com um processo por violação de direitos autorais no valor de US$ 1 bilhão contra o YouTube.
A Viacom, proprietária da MTV e da Nickelodeon, alega que o site YouTube usa seus programas ilegalmente.
Segundo a empresa, cerca de 160 mil trechos de seus programas foram colocados no site YouTube sem autorização e foram vistos mais de 1,5 bilhão de vezes.
Google, dona do YouTube, disse que está confiante de que o site respeitou os direitos autorais dos proprietários.
Especialistas acreditam que outras redes de TV podem entrar em breve na aliança de distribuição que oferecerá filmes de sucesso como Borat: O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América e O Diabo Veste Prada, assim como programas de televisão.